Cinema: Café com Canela estreia no Cine Theatro Cachoeirano

25 fevereiro de 2017 | Toni Caldas

Compartilhe:

Filme tem cheiro? Cheiro tem som? Dor é coisa que tem remédio?

Sai de uma sala de cinema lotada de cachoeiranos com sensações de ter sentido um filme feito com afeto. A segunda exibição do longa rodado por cidades do Recôncavo “Café com Canela” produzido pela Rosza Filmes e Produções, formada por alunos e profissionais graduados de Cinema da UFRB, foi uma experiência marcante.

Ao entrar, antes do apagar das luzes da sala, notava os rostos, reconhecia alguns na tela, como atores reais. Uma platéia que ria, sussurrava e acompanhava o enredo completando a trilha que mistura amor e drama. Essas vozes semelhantes entravam pelos ouvidos com toda qualidade do espaço.

Na platéia se espalhava o aroma diferente, o cheiro do filme. O calor do roteiro vai aumentado como o próprio café no fogo. A canela, acrescenta essa metáfora: a direção de arte com a fotografia e uma câmera intimista fortalece a expectativa do público como envolve a ideia da mistura de sabores e dores das personagens que protagonizam o filme.

Além de ter sido a minha primeira vez no Cine Theatro Cachoeirano eu também nunca experimentei um café com canela. Mas experimentei uma obra artística de encontros da ficcão com desencontros da realidade. Uma coloração saborosa, com cheiro de produção de primeira e um gosto que sem dúvida vai emocionar muita gente.

Comente: