Reconexo apresenta programação de três dias envolvendo Juventude, Midiativismo, Políticas e Cultura em Cachoeira-BA

11 fevereiro de 2017 | Toni Caldas

Compartilhe:

A edição inaugural do evento Reconexo  apresenta um formato de simpósio, com debates, oficinas, apresentações e exibições durante três dias consecutivos em espaços culturais diferentes de Cachoeira. O evento organizado pelo Coletivo A Ponte, criado na cidade de Cachoeira com objetivo de valorizar e promover o principal destino cultural e turístico do Recôncavo Baiano pelas mídias alternativas.

Durante o dia 8 de março (quarta-feira), das 17h às 21h, o Cine Theatro Cachoeirano recebe as Mesas de Debates com especialistas e ativistas sobre abordagens teóricas e práticas em temas como Midiativismo, Universidade, Movimentos Sociais, Patrimônio, Redescobrimento dos Brasis e Políticas Culturais. Ressaltando a necessidade de um pensamento crítico construtivo de demandas que a partir deste evento sejam encaminhadas ao Conselho de Cultura e ao Conselho de Turismo de Cachoeira, sobretudo com intuito de apresentar os projetos deste coletivo com o lançamento do novo Portal A Ponte, guia digital da região do Recôncavo onde os leitores, produtores culturais locais e midiativistas podem colaborar. A noite conta ainda com encerramento às 21:30h, pela Praça 25 de Junho, com apresentação da Charanga da Minerva, instituição musical que completou 139 anos.

No dia 9 de março (quinta-feira) 60 jovens de 17 a 23 anos inscritos nas Oficinas Livres terão aulas sobre temas como inovação e apropriação tecnológica para cultura. Os 6 oficineiros trazem uma experiência de imersão e contato com as mais diversas frentes de mídia alternativa no Recôncavo e no Brasil com seis diferentes aulas teórico-práticas de 4 horas de introdução à fotojornalismo, vídeo em mobile, redação multimídia, marketing digital, produção jornalística, design e ilustração com: Amanda Oliveira/Brasis, Alane Reis/Revista Afirmativa, Thacle de Souza/Ambulância Audiovisual, Gian Brasil/Mídia Ninja, Neto Medeiros/Charges do Neto, Eliandson José/A Ponte e Toni Caldas/A Ponte. As inscrições são pelo site a partir de 15 de fevereiro até 28 de fevereiro: www.portalaponte.com

No dia 10 de março (sexta-feira) acontece a mostra Exibe e Reflete, a partir das 9:30h, no Cine Theatro Cachoeirano, apresentando o documentário Juventude Conectada (2016) com entrada gratuita e aberto ao público em geral em uma sessão seguida pelos comentários do cineastas e ativista social, Leon Sampaio. A partir das 14h o grupos EX13 de dança de rua apresenta o espetáculo Egotrip seguido às 15h do Arame das Artes do artista Davi Rodrigues na Praça Teixeira de Freitas. Às 17:30h uma segunda sessão com o longa-metragem Café com Canela (2017) produzido por estudantes e profissionais graduados em Cinema pela UFRB seguida de conversa com o diretor Ary Rosa Duarte e a diretora Glenda Nicácio.

O Reconexo é uma realização independente de estudantes de Comunicação Social do CAHL/UFRB por meio do Coletivo A Ponte, que tem o apoio da Rede Cultura Viva, que reconheceu A Ponte em 2015, entre os novos Pontos de Mídia Livre pelo Ministério da Cultura. São parceiros desta edição: Pontos de Cultura Muleki É Tu e a Filarmônica Minerva Cachoeirana, Secretaria de Cultura e Turismo de Cachoeira, Cine Theatro Cachoeirano e Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Programação

Quarta-feira – 8 de março

17:45h: Abertura no Cine Theatro Cachoeirano
18h: Midiativismo: democratização e capitalismo na rede com quatro jornalistas que atuam no midiativismo baiano: Toni Caldas co-fundador do A Ponte; Pedro Caribé da rede de mídia livre Bahia 1798; Alane Reis co-fundadora da Revista Afirmativa; Lorena Ifé fundadora do projeto Encrespando.
19h: Redescobrimentos: universidade, tradições e internet: Ricardo Freitas professor da UNEB e pesquisador em novas tecnologias na manutenção de línguas africanas; Solón Albuquerque professor do CECULT/UFRB e extensionista junto aos estudantes de música da Filarmônica Lyra Ceciliana; Xavier Vatin professor do CAHL/UFRB pesquisador em etnomusicologia.
20h: Políticas Culturais: desafios e perscpectivas locais: Nei Pontão gestor cultural da ONG Muleki É Tu atuante nas artes e na capoeira; Kaiane Terra pesquisadora pela UFBA com foco no Recôncavo com experiência na gestão da Secult/BA; Roberto Franco presidente e gestor do Ponto de Cultura da Filarmônica Minerva Cachoeirana; Pedro Jatobá co-fundador de diversos projetos de inclusão digital avançada por meio do Pontão de Cultura iTeia (Recife) atuante em redes colaborativas de todo Brasil.
21:30h: Apresentação Especial da Charanga da Minerva na Praça Teixeira de Freitas.

Quinta-feira – 9 de março

Oficinas Livres
8h às 11h: Produção Jornalística com Alane Reis – Minerva Cachoeirana; Fotojornalismo com Amanda Oliveira – Cine Theatro Cachoeirano; Marketing Digital com Eliandson José – Muleki É Tu.
14h às 18h: Vídeo em Mobile com Thacle de Souza – Cine Theatro Cachoeirano; Redação Multimídia com Toni Caldas – Minerva Cachoeirana; Ilustração e Design com Neto Medeiros e Gian Brasil – Muleki É Tu.

Sexta-feira – 10 de março

Espaço Exibe e Reflete
9:30h: Exibição do documentário Juventude Conectada (2016) no Cine Theatro Cachoeirano seguido de debate com Leon Sampaio, diretor de cinema e ativista.
14h: Apresentação do grupo de dança de rua EX-13 na Praça Teixeira de Freitas.
15h: Apresentação do artista Davi Rodrigues com o Arame das Artes na Praça Teixeira de Freitas.
17:30h Exibição do filme Café com Canela (2017) no Cine Theatro Cachoeirano seguido de conversa com os diretores Glenda Nicácio e Ary Rosa Duarte.

Comente: