Recôncavo ganha novo portal que prioriza a interação de editores com o público

06 fevereiro de 2017 | Toni Caldas

Compartilhe:

Um dos territórios culturais mais diversificados da Bahia ganha agora uma ferramenta digital que aproxima os leitores dos colaboradores. O Portal A Ponte, que foi reconhecido e premiado em 2015 pelo Ministério da Cultura como Ponto de Mídia Livre atua agora para formar novos repórteres, fotógrafos, designers, cinegrafistas, ilustradores que irão contar com o espaço do novo portal para difundir de modo centralizado e ampliado seus trabalhos, além de colaborar com outras entidades culturais, empreendedores do turismo e cidadãos em coletivos organizados que precisam da comunicação profissional e comunitária para mediação das suas ideias e ações.

“O trabalho iniciado em 2012 pelo Coletivo Cultural A Ponte como uma página do Facebook cresceu pela necessidade coletiva de agir em rede para sobreviver na cultura e na comunicação. Essa ferramenta que centraliza, filtra, aprofunda e difunde informações do nosso Recôncavo ganhou a dimensão profissional e profissionalizante. Agora é possível não apenas usar o portal para noticiar o que vai ser realizado para todo Brasil, mas também estreitar o laço real e virtual com o público leitor, entre grupos culturais e empreendedores, entre as assessorias e produtores de cultura e os blogs regionais. Essa é a construção ideal da notícia de nível local-regional para as cidades como Cachoeira, São Félix, Maragojipe, Santo Amaro, Muritiba, Cruz das Almas, Feira de Santana, entre outras. Mas a grande novidade do Portal A Ponte é a cartografia virtual precisa dessa região histórica do Recôncavo, aliando o midiativismo à colaboratividade, valores primordiais para esse projeto envolver a juventude com a mídia e a cultura”, afirma Toni Caldas, jornalista graduado pela UFRB e co-fundador.

Para 2017 o coletivo ainda realizará o evento Reconexo: Simpósio Independente de Comunicação e Cultura que pretende atrair centenas de visitantes nos dias 8, 9 e 10 de março para cidade que tem o título de Monumento Nacional para refletir criticamente sobre as relações de temas como Economia Criativa, Extensão Universitária e Novas Linguagens. Esse evento acontecerá no Cine Theatro de Cachoeira com mesas, exibições e debates além de oficinas de multimídia em espaços de Pontos de Cultura parceiros como o Muleki É Tu e Filarmônica Minerva Cachoeirana, ambos em Cachoeira. As inscrições estarão abertas de 15 à 28 de fevereiro. O evento conta ainda com apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Cachoeira e da Pró-Reitoria de Extensão da UFRB.

Comente: