Comunidade de Santiago do Iguape

Compartilhe:

A pequena vila de pescadores pertencente às terras de Cachoeira, ainda do período colonial, foi fundada por padres jesuítas em 1561. Atualmente, a maior parte da sua população é formada por descendentes de quilombolas, negros que se refugiaram da escravidão em regiões antes desabitadas do Vale do Iguape. Logo em sua entrada pelo Rio Paraguaçu o local abriga a bela Igreja Matriz de Santiago do Iguape, primeira do interior da Bahia a receber a Sanção Canônica de Matriz de Santiago, atualmente em reformas, porém aberta a visitação interna. No local diversos coletivos culturais realizam projetos e eventos como a Feira de Cultura Afro-Brasileira do Iguape e o Troféu Sou Negro.

Comente: